domingo, 13 de janeiro de 2013

O Zico


A propósito disto, frase por frase:

"Esta petição tem como objectivo lutar contra o abate do cão "Zico" que atacou uma criança em Beja e de todos os outros "Zicos" espalhados pelo país... "
-Eu tenho dois cães, um casal, que adoro e estimo. Fazem "parte da família", como costuma ser maneira de dizer, juntamente com os meus dois filhos e esposa. Partilhamos todos desse sentimento pelos animais. Dito isto, fiz tudo (a começar na escolha da raça, passando por pôr limites sólidos na minha propriedade e por disciplinar os animais a não serem maus com ninguém) para que nunca me deparasse com um problema da parte deles, contra pessoas ou outros animais, fora ou dentro da minha propriedade. Salvo trespasse por um adulto dos limites da mesma (razão óbvia), não concebo que os meus cães ataquem e aleijem seja quem for. Não me passa pela cabeça que um dos meus cães, ou os dois, atacassem uma "criança" (deselegantemente inominada, neste comunicado), e nem precisava de ser no extremo deste caso de lhe esmagar o crânio deixando exposta massa encefálica (!!!), sem que estivessem abatidos no final do mesmo dia. Acho inacreditável, e de uma troca de prioridades éticas patética, o estar-se a discutir, sequer, este ponto.

"Um cão que nunca fez mal durante 8 anos e atacou é porque teve algum motivo."
-Mas isto faz algum sentido?? Motivos de cães?? E mesmo que fizesse (e não faz!), o que interessam os "motivos" que o animal pudesse ter, dado o fim resultante? Anda tudo doido....

"O abate não é solução! Nestes casos há que investigar o que causou a reacção do cão (foi provocado/não está a ser bem tratado/etc) e pode optar-se pela reabilitação/treino do cão!"
-O ridículo em crescendo! Vai-se agora se calhar criar um organismo para investigar estes "casos", devidamente alicerçado com o sistema integrado que permita o seu tratamento? Isto é Portugal? Onde se debate se há dinheiro para o básico da sobrevivência dos portugueses? Nem que houvesse cá petróleo em cada quintal eu daria por bem empregue esta sugestão de "investimento". Preferia plantar o dinheiro.

"Se não se abatem pessoas por cometerem erros, por roubarem, por matarem...então também não o façam com os animais! Eles também merecem uma segunda oportunidade!"
-Faltava a analogia entre "pessoas" e "animais". Ou a bestialização das pessoas, ou a humanização das bestas. Enfim, não vamos massacrar os neurónios, os que defendem o princípio do texto são os mesmos que concordam com este aforismo....

"POR CADA VIDA PERDIDA DEVIDO AO ATAQUE DE UM ANIMAL, VÁRIAS VIDAS SÃO SALVAS POR ANIMAIS!!!"
-Isto é para rir? Isto quer dizer alguma coisa?

Valha-nos a paciência. Conseguiram a minha atenção em plena hibernação, e pelos piores motivos.

3 comentários:

Mauro Germano disse...

Concordo integralmente :)

Mariana disse...

Os cachorros geralmente atacam com motivo...
Uma vez o meu comeu propatilnitrato que era do meu marido e dormiu durante um dia inteiro... Desde essa vez ele guarda bem seus remédios... Por boa sorte não atacou nem aconteceu nada malo com ele.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.