quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

As Ilhas

Em resposta a um comentador do post anterior: não, nem tudo é mau nos serviços de Urgência, e nos diferentes hospitais por esse país fora.
Devia, obviamente, dar-me o desconto de, sendo eu português, ainda que preocupado em passar ao lado do grosso dos estereotipos da espécie, gostar de criticar o que está mal, mais que elogiar o que está bem.
E há ilhas de "bem", sim senhor...:
A boa equipa de enfermagem que nos acompanha e apoia. mesmo no meio do caos; o colega solidário que partilha um cansado sorriso ou um compreensivo levantar de sobrolho; o momento de humor proporcionado por um doente bem disposto, ou por uma das muitas situações caricatas que surgem no meio (o clássico: "onde é que lhe começou a doer a barriga"?; "No intermarché"!); o prazer não reconhecido de ter feito um bom trabalho, ainda que sendo apenas, muitas vezes, uma mera peça na engrenagem complexa da abordagem a certos doentes; o reconhecimento de alguns doentes; a tristeza, sim, também a tristeza, mas consolada, de familiares de outros, que fizeram a sua travessia pelo deserto dos horrores com casos complexos de entes queridos rumo ao inesperado, outras vezes inevitável, exitus; a sensação de dever cumprido; o mérito do esforço para contrariar, muitas vezes, a mediania estabelecida; às vezes, apenas o tentar oferecer um médico de primeira em instalações e sistemas estabelecidos terceiro mundistas....
Mas eu sou internista, como os 2 leitores assíduos deste blog já sabem (a minha mãe e o amigo que aqui colabora, uma vez por ano, assiduamente). Ou seja, sou suspeito, pois por natureza alimento-me com o meu próprio ego.

5 comentários:

Anónimo disse...

tambem leio. E gosto.
Sou enfermeira num serviço de Medicina, onde o caos tambem abunda...

miss anti-social disse...

De vez em quando tb leio...e tb gosto!
sou estudante de enfermagem

Anónimo disse...

Claro que existem mais leitores.
Sou enfermeiro e sigo juramentodoshipocritas.blogspot.com

Sandra Campos disse...

Gostei de encontrar este blog...interessante, directo e acertivo.

Convido a visitar o meu dedicado ao Transplantes Pulmonares e pode ver por todas as reportagens que o caos abunda e que o nosso pais e o nosso sistema de saude vai orgulhosamente de mal a pior.

http://xanicatrabalhosmanuais.blogspot.com

Obrigada,
Sandra Campos
(sandraalvescampos@gmail.com)

naoseiquenome usar disse...

:)
Boas Festas!
Ainda a propósito do post anterior: se fizer uma ronda por vários hospitais, constatará que são os respectivos C.A. quem muitas vezes persiste na manutenção da "promiscuidade de funções". Falava em ECG. Devia ser um TDT a fazê-los, não? Pois. A maioria acha que não.